Conheça as empresas que lançaram franquias na pandemia

Conheça as empresas que lançaram franquias na pandemia

Em 2020 o mundo foi surpreendido por uma pandemia global que impactou diversos setores da economia e o mercado de franquias foi um deles. Mesmo sofrendo algumas perdas, o segmento não parou e chegou a faturar mais de R$ 165 bilhões de reais, e as perspectivas para 2021 são promissoras.

Neste cenário – aparentemente contrário –, algumas empresas decidiram lançar suas marcas como franquia e começaram seus processos de expansão, sendo que muitos dos novos modelos de negócio já chegaram ao mercado adaptados à nova realidade e conectados às tendências do mundo.

Conheça algumas empresas que decidiram transforma o seu negócio em franquia na pandemia:

Franquia de Delivery de Pizza

A franquia Delivery 10, por exemplo, entrou no mercado de franquia em 2020 com a proposta de vender pizzas somente via delivery a partir de R$ 10,00 cada. A pessoa por trás da ideia é o empresário Douglas Dubay de Almeida. “Vi que algumas pessoas ofereciam pizzas na frente dos estádios para os torcedores por R$ 10 e conseguiam vender 100 a 150 unidades em uma noite, então tive a ideia de criar uma pizzaria delivery com um cardápio completo de pizzas por esse valor e deu muito certo”, explicou Douglas, proprietário da Delivery 10 Pizza.

Franquia para pessoas acima de 60 anos

A Mãe de Deus Corretora de Seguros também decidiu expandir a empresa no modelo de franquia em 2020 e direcionou uma das modalidades para o público da terceira idade. A franqueadora criou o Franquia +60, um programa exclusivo para pessoas acima de 60 anos que desejam retornar para o mercado de trabalho e atuar no ramo de seguros. A modalidade de negócio foca na formação e capacitação profunda do profissional e realiza um treinamento com duração de quatro meses para os seus franqueados, ensinando de maneira didática técnicas de venda, marketing, legislação do setor e como utilizar as tecnologias envolvidas para gerenciar a empresa.

“Não temos medo de investir em capacitação. Criamos um treinamento completo para esses profissionais se atualizarem sobre o mercado de seguros. Falamos desde as leis que regem o segmento até como utilizar os sistemas das seguradoras. Estamos fazendo isso porque queremos dar voz e oportunidade para pessoas da terceira idade que estão em casa com muita vontade de trabalhar, mas não encontram uma forma de se recolocar no mercado. Valorizamos toda a bagagem de vida dessas pessoas, estamos investindo na diversidade, na excelência, na capacitação e é uma conquista para nós recebermos esses profissionais como franqueados. Muito mais que um cargo ou emprego, queremos valorizar as pessoas que foram desligadas e carregam o peso da idade como um preconceito”, disse Caroline Lund, diretora da franquia Mãe de Deus Corretora de Seguros.

Franquia dark kitchen de petiscos

A empresária Fernanda Afonso também decidiu empreender em um momento de dificuldades financeiras e de saúde da família e criou a primeira franquia de petiscos por quilo do mercado. “Eu quebrei o pé voltando do trabalho e precisei ficar 3 meses em recuperação em casa. Como parei de trabalhar, meu marido precisou pegar uma atividade extra de entregador à noite para completar a renda. Ele comentou comigo que diversas pessoas estavam fazendo comida em casa e entregando via aplicativo, foi então que comecei a pensar em qual tipo de delivery gostaria que tivesse na minha região e como eu gostaria de ser atendida”, contou Fernanda. “Foi então que lembrei das porções que sempre pedíamos nos restaurantes. Geralmente eram poucos pedaços, com valores altos e nunca dava para toda a família, sempre tínhamos que pedir quase uma porção para cada um. Por isso pensei em criar uma petiscaria que vende por quilo, dessa forma o cliente poderia escolher a quantidade que precisa e por um preço justo”, falou a proprietária do negócio.

Fernanda começou a estruturar todo o negócio, separou a sua própria cozinha para iniciar as vendas e comprou todo o equipamento necessário. Em poucos meses, o que era para ser apenas uma atividade de renda extra, se tornou o negócio principal. “Após 4 meses de atividade, eu e meu marido saímos dos nossos empregos físicos, construímos um terraço em casa com uma cozinha industrial e enquadramos como área comercial da casa e não paramos de vender desde então. A Kylopetysco se tornou a sensação da região”, disse Fernanda. “Decidimos realizar a expansão do negócio via franquia porque muitas pessoas entram em contato querendo fazer pedidos, mas são de locais muito longe, às vezes até de outros estados”, falou.

Para você que deseja investir, mas está na dúvida, há uma grande expectativa de estabilização do mercado de franquias e de grande faturamento. Segundo a ABF, isso está previsto para os próximos seis meses.