Empresa lança primeira franquia dark kitchen de petiscos do Brasil

Empresa lança primeira franquia dark kitchen de petiscos do Brasil

Modalidade para trabalhar em casa traz riscos menores do franchising e dispensa gastos extras

Investir no próprio negócio aproveitando a comodidade de onde mora é uma das tendências do franchising para 2021. A modalidade home-based – que são empresas que possuem sua sede em casa – já estava em ascensão nos anos anteriores, mas a pandemia do coronavírus acelerou ainda mais essa procura. Outra modalidade que ganhou o mercado em 2020 foram as franquias no modelo dark kitchen, que seguem um conceito de cozinha fantasma, onde a venda de produtos é feita apenas por aplicativos de delivery, não há restaurante físico. A dark kitchen pode ser montada em casa ou em um estabelecimento que tenha apenas a cozinha, sem qualquer tipo de fachada indicando um restaurante no local.

Entre os fatores que chamam a atenção do empreendedor para essas modalidades de franquia, estão: flexibilidade de trabalho, baixo investimento e possibilidade de alta rentabilidade, tornando o sonho de abrir um negócio mais acessível para muitos. Além disso, ao trabalhar em casa é possível economizar com custos como aluguel, manutenção de um ponto comercial, contratação extra de funcionários e reformas gigantescas.

De acordo com um levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF), 557 redes brasileiras operam com modelos de franquias de baixo custo, e nos próximos anos este número deve aumentar: 36% das redes que ainda não operam com modelos de microfranquia, por exemplo, afirmam ter interesse em desenvolver opções operacionais neste formato.

É o caso da microfranquia Kylopetysco, primeira franquia de petiscos por quilo do mercado. Criada pela empresária Fernanda Afonso, a ideia surgiu em um momento de dificuldades financeiras e de saúde da família. “Eu quebrei o pé voltando do trabalho e precisei ficar 3 meses em recuperação em casa. Como parei de trabalhar, meu marido precisou pegar uma atividade extra de entregador à noite para completar a renda. Ele comentou comigo que diversas pessoas estavam fazendo comida em casa e entregando via aplicativo, foi então que comecei a pensar em qual tipo de delivery gostaria que tivesse na minha região e como eu gostaria de ser atendida”, contou Fernanda. “Foi então que lembrei das porções que sempre pedíamos nos restaurantes. Geralmente eram poucos pedaços, com valores altos e nunca dava para toda a família, sempre tínhamos que pedir quase uma porção para cada um. Foi então que pensei em criar uma petiscaria que vende por quilo, dessa forma o cliente poderia escolher a quantidade que precisa e por um preço justo”, falou a proprietária do negócio.

Fernanda começou a estruturar todo o negócio, separou a sua própria cozinha para iniciar as vendas e comprou todo o equipamento necessário. Em poucos meses, o que era para ser apenas uma atividade de renda extra, se tornou o negócio principal. “Após 4 meses de atividade, eu e meu marido saímos dos nossos empregos físicos, construímos um terraço em casa com uma cozinha industrial e enquadramos como área comercial da casa e não paramos de vender desde então. A empresa se tornou a sensação da região”, disse Fernanda. “Decidimos realizar a expansão do negócio via franquia porque muitas pessoas entram em contato querendo fazer pedidos, mas são de locais muito longe, às vezes até de outros estados. Queremos franqueados que tenham a mesma paixão pelo negócio que a gente, que vistam a camisa, afinal eles serão parte do negócio também”, explicou.

Vantagens e desvantagens de ter uma franquia em casa

Não é porque os trabalhos serão realizados em casa que o desafio será menor para o empreendedor. Se dedicar ao negócio e seguir as normas e padrões da franqueadora são fundamentais para o sucesso da empreitada.

Vantagens – Todo o trabalho é realizado na própria casa, sem deslocamentos estressantes e com horário flexível. Além disso, há vantagens fiscais para microempresas, redução de custos, economia com colaboradores e rendimentos superiores aos níveis convencionais de mercado.

Desvantagens – Possibilidade de excesso de carga de trabalho e interferência de assuntos domésticos, caso não souber administrar o tempo e o espaço corretamente.

“Tudo começou como uma atividade para gerar renda extra e em pouquíssimo tempo se tornou uma rede de franquias, que agora dá oportunidades para quem quer empreender no ramo de franchising e ter o próprio negócio sem sair de casa. Isso nos mostra que estamos no caminho certo e que essa modalidade de negócio tem cada vez mais espaço de crescimento”, concluiu Fernanda Afonso do Kylopetysco.

Website: www.kylopetysco.com.br